Find Us Online At
iBookstore
Android app on Google Play
Like Us
A programme by
O amendoim no coração da nossa galáxia
12 September 2013

Durante muito tempo, os astrónomos tiveram grandes dificuldades em criar um mapa exato do centro da nossa galáxia, a Via Láctea. Esta pequena região central é um lugar apinhado, e fortemente obscurecido por nuvens densas de gás e poeira. Esta zona da galáxia é também muito complicada de estudar devido ao elevado número de estrelas. De facto, se de alguma forma a Terra se movimentasse até lá, as estrelas brilhariam tanto no céu noturno que a sua luz seria suficiente para lermos um livro sem necessitar de ligar a luz!

Pode imaginar a Via Láctea como um CD com uma bola de algodão no seu orifício central. Tem uma forma maioritariamente plana e no seu centro reside esta bola densa, denominada “bojo galático”. Na realidade, trata-se de uma área bastante pequena, que contém cerca de 10 000 milhões de estrelas! Embora seja uma das formações mais antigas e impressionantes da nossa galáxia, não era muito bem compreendida até agora.

Dois grupos de astrónomos juntaram-se e apontaram alguns dos telescópios mais potentes para o centro da Via Láctea, de forma a obter as imagens mais detalhadas de sempre do coração da nossa galáxia! O mapa é tridimensional, proporcionando-nos uma visão a partir de vários ângulos das maiores profundidades da nossa galáxia e revelando-nos os seus segredos. Uma descoberta foi bastante surpreendente: então não é que o centro da galáxia tem a forma de um amendoim gigante?

Facto curioso

Sabia que a Terra, o Sol e todo o nosso sistema solar estão a orbitar em torno do centro da Via Láctea a uma velocidade de milhares de quilómetros por hora? Mas, mesmo a esta velocidade, levamos 200 milhões de anos a completar uma órbita à volta da galáxia!

Share:

More news
20 March 2020
11 March 2020
10 March 2020

Images

The Peanut at the Heart of our Galaxy
The Peanut at the Heart of our Galaxy

Printer-friendly

PDF File
984.9 KB